LinkedIn Facebook Instagram Twitter Youtube

Patrocinadores

  • OWA Brasil
  • AtenuaSom
Torne-se uma empresa associada!
Vídeo Insitucional ProAcústica
INAD SP 2018 | Mapa de Ruído Urbano - Projeto Piloto SP
Documentário Amorim Lima

Afiliações

  • ProAcústica - Afiliado ABNT
  • ProAcústica - Afiliado FIA - Federação Iberoamericana de Acústica
  • IIAV - International Institute of Acoustics and Vibration
  • I-INCE International Institute of Noise Control Engineering

Encontro da ProAcústica apresenta resultados das ações de 2018

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Transparência, persistência, união e muito trabalho deram o tom dos 7 anos de existência da ProAcústica. Nesse clima encerramos nossas atividades, no último 26 de novembro, quando em confraternização, celebramos rumo aos desafios reservados para o novo ano. Bom 2019 e obrigado!

Galeria de Fotos - Acesse aqui

Com a presença maciça de mais de 100 convidados, entre associados, representantes de entidades e empresas afins, em um novo formato - 3 talks temáticos com a participação de 4 a 5 convidados e um mediador - apresentamos o balanço das ações anuais da associação.

Com um panorama sobre o cenário atual da acústica e para onde estamos nos desenvolvendo, foi iniciado o primeiro painel, mediado por Marcos Holtz, vice-presidente de Atividades Técnicas, e representantes do Comitê Técnico de Acústica nas Edificações, organizado pelos Grupos de Trabalho (GTs) Acústica Básica, QualiLab, Escolas, Salas Especiais e de Norma de Desempenho e do Comitê Acústica Ambiental, com o GT Mapa de Ruídos.

Em detalhes os representantes dos GTs destacaram as principais atividades e os sucessos alcançados. Entre eles a nomeação da ProAcústica, representada por Marcos Holtz, atual relator do grupo de trabalho Desempenho Acústico,  para a revisão e adequação da Norma de Desempenho (ABNT NBR 15575). "O GT de Acústica é um dos com maior número de inscritos", diz Holtz. No QualiLab, a conquista foi o sucesso do  Programa de Ensaios Interlaboratoriais - InterLab, com 19 laboratórios participantes. A meta agora é concluir a viabilidade do Programa de Qualificação e o Selo QualiLab ProAcústica 2019, que irá impactar em nível federal e normativo, segundo Carolina Monteiro, do GT Qualilab.

José Carlos Giner, coordenador do GT Escolas, elogiou a participação maciça de 25 integrantes entre fabricantes e consultores para a elaboração em apenas 10 meses do Manual ProAcústica para a Qualidade Acústica de Escolas, uma cartilha de como projetar o espaço de aulas, com lançamento previsto para abril de 2019.

Para José Augusto Nepomuceno, do GT Salas Especiais, a conquista foi a elaboração do Manual ProAcústica para a Qualidade Acústica de Auditórios, a ser lançado em 2019, "que aborda as boas práticas em auditórios e a melhor qualificação de materiais incorporando o conhecimento dos outros GTs".

"Com diplomacia e técnica, nos antecipamos a um processo de revisão da norma de desempenho e debatemos muito com consultores e fabricantes que trouxeram contribuições. Foi um grande exercício de conciliar o ideal com o mais viável. E, assim, conseguimos fechar um elenco de sugestões", conclui Davi Akkerman, do GT Norma de Desempenho.  

"Uma iniciativa necessária, o Mapa de Ruídos já é uma realidade e preencheu um vazio", com essa afirmação Juan Frias, coordenador do Comitê Acústica Ambiental, iniciou o balanço sobre o GT Mapa de Ruídos. "Foram centenas de horas voluntárias em medições de campo e para a reunião de informações e premissas para definição de uma metodologia padrão com as melhores práticas em mapeamento para a elaboração do Projeto Piloto de São Paulo.  Agora temos que fazer a segunda fase do projeto e consolidar o mapeamento com a parceria com grupos avançados", afirma Frias. Quanto a geração de volume de negócios, Frias destaca que o mapa vai ampliar a prestação de serviços de consultoria, de produtos para a implantação de barreiras acústicas e de isolamento acústico em fachadas, construindo um meio ambiente melhor", finaliza.

Comandado pelo vice-presidente de Marketing, Luciano Marcolino, o segundo talk tratou das atividades de Marketing, Comunicação e Eventos. Marcolino apresentou os resultados da "nossa maior bandeira" - o Inad - Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído, "que leva nossos propósitos em tornar a acústica mais conhecida", observa.

Com o sucesso desse ano e dos anteriores, a meta para o Inad 2019, que será no dia 24 de abril junto com a 24ª Edição Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído, é a captação de  recursos com perspectiva real de potencial financiamento para políticas públicas, entre elas, a execução dos mapas de ruídos. A meta é ampliar o mapa piloto abrangendo novas áreas da Operação Urbana - possivelmente a Operação Urbana Centro SP. Realizar intervenções urbanas, com o nosso mascote DeciBeto, em diversas áreas da cidade de maneira a impactar a população, os formadores de opinião, veículos de comunicação para a temática poluição sonora e soluções para a gestão deste problema de saúde pública na cidade de São Paulo.

Quanto a participação da associação em grandes feiras de negócios, como a Feicon Batimat e a High Design Expo, Luciano chamou atenção ao "modelo que criamos com a Ilha ProAcústica. "Um modelo mais econômico, com baixo investimento, em que os associados representam o setor além da exposição de seus produtos, com um alto índice de destaque e atratividade. A ideia é destacar a força da associação", completa Marcolino.

Davi Akkerman, ex-presidente e coordenador do Comitê Acústica de Edificações, descreveu o histórico da associação na conquista e credibilidade internacional que culminou com sua candidatura, pelo Conselho Diretor do I-INCE (International Institute for Noise Control Engineering), a vice-presidente da Região Pan-America. E concluiu que ainda temos a possibilidade de candidatura para sediar no Brasil, em 2024, o Inter-Noise seguinte das Américas". Akkerman, também, lembrou que ficou formalizada a realização do Inter-Noise 2021, em Washington DC, com a codireção inédita da ProAcústica e a organização de uma sessão técnica dedicada exclusivamente aos países da América Latina, sob os temas centrais, de Acústica Ambiental e Acústica de Edifícios

No item comunicação com o mercado, Marcolino comemorou a visitação ao portal da associação e deu ênfase aos resultados consistentes obtidos nas mídias online e conteúdo qualificado, mídias sociais e no informativo trimestral, ProAcústica News. "Com o banco de dados que possuímos e o envio para base própria de 20.500 registros e terceirizado de 134.000 registros, é fundamental o apoio e patrocínio de todos os associados para juntos crescermos", finaliza.

"Com um trabalho consistente e enxuto, nesses 7 anos, a acústica se desenvolveu por causa da ProAcústica", dessa maneira Alberto Safra, vice-presidente Financeiro, abriu e mediou o último talk para apresentar o balanço financeiro e diretrizes estratégicas da associação.

"Hoje somos 78 associados caracterizados por fabricantes de produtos acústicos; consultorias em projeto de acústica; empresas de instalação e distribuição; laboratórios e escritório de Arquitetura e Engenharia e já nos consolidamos no mercado da construção civil e da acústica", afirma Safra.
 
Dentre as diretrizes estratégicas, Safra chamou atenção para a consolidação de parcerias setoriais com outras entidades; captação de novos associados e retenção dos atuais; e a construção do relacionamento com as empresas associadas, visando maior interação e alinhamento contínuo. E concluiu que " o plano de ações é controlado e cauteloso".

Maria Elisa Miranda, gerente executiva, destacou que, mesmo sendo uma associação jovem, em pouco tempo construiu uma imagem sólida, de credibilidade e se transformou na porta-voz do setor e dos veículos de comunicação. “O mercado de acústica evoluiu muito desde o início das atividades da ProAcústica, as empresas vêm crescendo e novas surgem, mesmo num cenário de longo período de crise. Ainda assim, a percepção de valor por parte dos associados sobre o conjunto de ações da associação, é desafio constante para a entidade”. Com otimismo, Miranda finaliza: "estamos no caminho certo e temos muito trabalho pela frente. E, o mais importante é a participação do associado", completa.

Já Omair Zorzi, presidente Conselho Administrativo, e José Carlos Giner, vice-presidente de Recursos Associativos, corrobararam da mesma opinião, o associado tem que participar para se beneficiar". Giner finalizou o encontro com um apelo aos presentes com destaque para duas palavras de ordem, "Pertencer e Participar", chamando o associado a pleitear para "o mercado crescer".

Como presidente reforço aqui o que apresentei. Nossa missão é dar o melhor de nós. Nosso objetivo, a médio prazo, é criarmos um evento de acústica que gere recursos para a associação e transmita conhecimento para os diversos públicos. Um sonho que pode se transformar em realidade com a colaboração e apoio de todos!

Bom 2019 e obrigado!
Edison Claro de Moraes - Presidente Executivo

Veja também

Poluição sonora, um problema urbano

Poluição sonora, um problema urbano

O ruído, barulho, faz parte da vida. Não dá para viver em silêncio o tempo todo. Agora... dependendo do nível de ruído, isso passa a ser um problema!

Novas diretrizes europeias para o ruído ambiental são divulgadas pela OMS

Novas diretrizes europeias para o ruído ambiental são divulgadas pela OMS

A OMS e as comunidades de projetistas acústicos alertam para os distúrbios diretos e indiretos causados pelo desconforto sonoro. Além das fontes tradicionais, novos aparelhos e equipamentos geradores de ruído como as turbinas eólicas, os drones e o lixo sônico ocupam o espaço terrestre e aéreo.

Encontro da ProAcústica apresenta resultados das ações de 2018

Encontro da ProAcústica apresenta resultados das ações de 2018

Transparência, persistência, união e muito trabalho deram o tom dos 7 anos de existência da ProAcústica. Nesse clima encerramos nossas atividades, no último 26 de novembro, quando em confraternização, celebramos rumo aos desafios reservados para o novo ano. Bom 2019 e obrigado!

Notícias

Princípios básicos de Acústica: Por que os arquitetos não deveriam deixar tudo para os consultores

Mais da metade da população mundial vive em áreas urbanas densas. Restaurantes, lojas, hotéis ou escritórios desconfortavelmente barulhentos são suficientes para manter os clientes afastados. Ao planejar uma reunião ou mesmo sair à noite com amigos, estamos conscientes de selecionar um local onde possamos nos concentrar e ouvir um ao outro. Quanto mais barulhento fica nosso mundo, mais difícil é nos concentramos nos sons que realmente queremos ouvir.


Audição de mais de 1 bilhão de jovens está ameaçada, alerta OMS

Entidades apresentam novos padrões para que empresas possam controlar volume de som em celulares e aparelhos


Agenda