LinkedIn Facebook Instagram Twitter Youtube

Patrocinadores

  • AtenuaSom
  • OWA Brasil
Torne-se uma empresa associada!
Vídeo Insitucional ProAcústica
INAD SP 2018 | Mapa de Ruído Urbano - Projeto Piloto SP
Documentário Amorim Lima

Afiliações

  • ProAcústica - Afiliado ABNT
  • ProAcústica - Afiliado FIA - Federação Iberoamericana de Acústica
  • IIAV - International Institute of Acoustics and Vibration
  • I-INCE International Institute of Noise Control Engineering

Prosseguem os trabalhos em torno das normas ABNT e ISO: Atualizações, ampliação de horizontes e novos critérios agitam o mundo das normas

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Os trabalhos de atualizações de normas ABNT e ISO prosseguem. A finalização da análise da consulta nacional da NBR 10151 foi prorrogada e a gerente de Atividades Técnicas da ProAcústica, Talita Pozzer, foi escolhida em reunião da Comissão de Estudo Especial de Acústica - CEE 196 como relatora do GT 10 ABNT: Tratamento Acústico. Uma proposta deverá ser apresentada sobre o que fazer em relação à norma ABNT NBR 12179:1992 Tratamento Acústico em recintos fechados que estava em processo de revisão.

O vice-presidente de Atividades Técnicas da ProAcústica, Marcos Holtz e Carolina Monteiro (como secretária) são os representantes do Brasil na ISO. Vão coordenar o GT 1 do ABNT CEE 196, espelho do ISO TC 43 SC 2 no Brasil. O GT 1 iniciará o trabalho de adoção das seguintes normas: ISO 16283 - Acoustics - partes 1, 2 e 3 (substituiu a ISO 140-4, ISO 140-5 e ISO 140-7); ISO 10052:2004 - Acoustics - que inclui critérios relativos ao isolamento a ruído aéreo, impacto e outras fontes de ruído exterior, ruído de equipamentos e tempo de reverberação em áreas comuns; ISO 10140-1, Acoustics - que estabelece métodos de caracterização em laboratório de diversos elementos usados para absorção acústica em espaços corporativos (substituiu as ISO 140-1, ISO 140-3 e ISO 140-6). Essas normas são de tradução prioritária devido à ampla aplicação em função da NBR 15575; ISO 16032:2004 Acoustics - Medição de ruído de instalações prediais. Foi confirmada no dia 24 de novembro de 2015. Também foi citada na NBR 15575 porém em anexo informativo. O cronograma foi postergado para início do terceiro trimestre de 2018 devido à prioridade de adoção das normas citadas.

O encontro anual do ISO TC 43 SC 2 acontecerá, entre 12 e 16 de novembro, em  Matsue, no Japão. Dentro dos trabalhos, no primeiro semestre de 2018, foram discutidas e elaboradas as posições do Brasil frente a nove votações. Os destaques foram a reativação do processo de revisão da série de normas ISO 717, partes 1 e 2. Essa revisão busca melhorar e reduzir o número de descritores de isolamento acústico de diversas maneiras, buscando uma correlação melhor com a percepção dos usuários, incorporando a análise das baixas frequências, de forma a contemplar as novas fontes utilizadas para medição e ruído de impacto. Os esboços desses novos projetos de norma serão apresentados em novembro de 2018.

A aprovação do ISO/DIS 19488 inclui critérios relativos ao isolamento a ruído aéreo, impacto e outras fontes de ruído exterior, ruído de equipamentos e tempo de reverberação em áreas comuns.

A aprovação do ISO/DIS 20189 amplia os horizontes da ISO 354 e estabelece métodos de caracterização em laboratório de diversos elementos usados para absorção acústica em espaços corporativos: sofás, pufes, luminárias, painéis decorativos, cortinas etc. O projeto final da norma será apresentado em novembro deste ano.

Veja também

Jornal SP2 TV Globo de 25/07/18 | Mapa do ruído identifica ruas barulhentas da capital

Jornal SP2 TV Globo de 25/07/18 | Mapa do ruído identifica ruas barulhentas da capital

Mapa do ruído identifica ruas barulhentas da capital. Organização não governamental elabora um mapa que identifica o nível de barulho nas vias mais conhecidas da capital, como a Avenida Paulista.

Barulho em restaurantes desperta debate sobre conforto acústico

Barulho em restaurantes desperta debate sobre conforto acústico

O setor de restaurantes cresce junto com o barulho e um tumulto ensurdecedor, tanto interno como externo. Existe um grande desconhecimento do público: o usuário sente cansaço mas não tem ideia que a origem da fadiga pode ser o excesso de ruído. De maneira geral, parece indiscutível que a acústica deve responder a duas situações: o isolamento e o condicionamento acústicos. O isolamento deixa do lado de fora o ruído de ambientes ao redor do restaurante, advindos da rua ou de vizinhos. Para a atenuação, portas e janelas acústicas protegem as aberturas e vãos

Revisão da NBR 15575 deve oferecer um ganho para o cliente e a sociedade

Revisão da NBR 15575 deve oferecer um ganho para o cliente e a sociedade

Comissão especial da ABNT iniciou o processo de revisão no campo de desempenho de edificações habitacionais

Notícias

Conforto, Tecnologia e Futuro

ARQ+ Smart Construction, na High Design - Home & Office Expo, além de abrigar uma Ilha Acústica, espaço de 15 metros quadrados onde expositores da ProAcústica exibiram produtos e soluções para mercados residencial e corporativo, essa área foi palco sobre Conforto, Futuro e Tecnologia, sob a curadoria da Revista Projeto.


O impacto social da norma NBR 10151 e a importância de combater a poluição sonora

O problema da poluição sonora tem sido um grande desafio para a legislação ambiental brasileira. Desde estabelecimentos que não respeitam os limites noturnos e diurnos, até grandes rodovias causam interferência na qualidade de vida da população.


Agenda