Patrocinadores

  • AtenuaSom
  • Harmonia
  • OWA Brasil
Vídeo Insitucional ProAcústica
Assista ao documentário do INAD SP 2017
Torne-se uma empresa associada!
Documentário Amorim Lima

Afiliações

  • ProAcústica - Afiliado ABNT
  • ProAcústica - Afiliado FIA - Federação Iberoamericana de Acústica
  • IIAV - International Institute of Acoustics and Vibration
  • I-INCE International Institute of Noise Control Engineering

Soluções acústicas para o escritório do Banco BTG Pactual, em São Paulo

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Projeto considerou área de escritórios e mesa de operações, além de distintos ambientes como o auditório e refeitório, e propôs soluções acústicas para os diferentes usos.

Escritório do Banco BTG Pactual em São PauloEntre as principais necessidades do escritório do BTG Pactual, banco de investimentos com atuação nas áreas de Asset Management, Wealth Management e Investment Bank, na avenida Faria Lima, em  São Paulo, a privacidade foi a preocupação mais importante do projeto acústico.

Com 12.700 m², distribuídos em quatro andares, além dos escritórios e mesa de operações, ambientes como o auditório e refeitório também requeriam soluções adequadas. De acordo com Marcos Holtz, sócio diretor da consultoria Harmonia Davi Akkerman + Holtz, para cada situação era necessário oferecer diferentes soluções em acústica. Nas áreas de escritório panorâmico, por exemplo, foi especificado um forro acústico de alta absorção (alpha w superior a 0.90) e o controle do ruído de fundo ficou entre 44 e 48 dBA, a fim de oferecer uma boa condição de privacidade.

Na Arena, uma área voltada à mesa de operação, onde trabalham profissionais sob alto nível de stress e onde a comunicação verbal é muito importante, a análise da qualidade da comunicação levou em conta o controle da reverberação. 

Já no auditório a demanda era o baixo ruído de fundo, reverberação controlada e geometria adequada. “Para obtenção de baixo ruído de fundo o projeto previu controle das fontes, no caso os equipamentos, além da recomendação do uso de portas acústicas e antecâmaras nos acessos”, explica Holtz. O controle da reverberação foi resolvido com a especificação de forro acústico de alta absorção (alpha w superior a 0.90) e com a intervenção na geometria do ambiente por meio de baffles, o que permitiu a eliminação de reflexões atrasadas, que deteriorariam a inteligibilidade comunicação no auditório.

Para o refeitório, a solução foi adoção de laje com forração de espuma acústica incombustível escamoteada, além de forros acústicos alta absorção com mini baffles, produzidos com chapa metálica perfurada e preenchidos com lã mineral.  

Holtz destaca que neste projeto muitas soluções foram customizadas. “Propusemos soluções específicas, que não são produtos de linha dos fabricantes. Por isso, foi necessário testar protótipos para nos ajudar a definir as melhores maneiras de obter o resultado desejado. O protótipo das salas foi utilizado, inclusive, para medir o desempenho acústico de diversos tipos de divisórias e verificar quais atendiam aos níveis especificados em projeto”, ressalta Holtz.

Além disso, o projeto lançou mão do septo acústico, elemento vertical estanque, localizado no entreforro, que previne a transmissão sonora pela parte superior das paredes. Como o sistema de ar condicionado dos ambientes era o plenum, utilizou-se a chicane acústica com material fonoabsorvente na parte interna do duto, o que permitiu o retorno do ar sem prejuízo do isolamento acústico. Ao mesmo tempo, dentro dos dutos foi empregado também o atenuador de ruídos para mitigar os ruídos transmitidos nos dutos de ar e tratadas as frestas septo, com espessuras da ordem de 1mm, um dos principais problemas acústicos na execução de paredes, já que podem diminuir o desempenho acústico em 10dB ou mais.

Para o isolamento acústico de equipamentos partiu-se do nível máximo de ruído para cada um com utilização de sistemas antivibratórios desenvolvidos com apoios de elastômeros ou molas, dependendo do tipo de equipamento e da frequência em que funcionam.

Veja também

O Monumento às Bandeiras ganhou fones de ouvido num alerta ao problema grave do barulho em São Paulo

O Monumento às Bandeiras ganhou fones de ouvido num alerta ao problema grave do barulho em São Paulo

No Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído o Monumento às Bandeiras ganhou fones de ouvido para o problema grave do barulho aqui na capital

Inad desperta São Paulo para o incômodo do barulho

Inad desperta São Paulo para o incômodo do barulho

O dia da conscientização sobre os graves problemas da poluição sonora, este ano, trouxe uma veia bem humorada. A famosa escultura de Victor Brecheret, o Monumento às Bandeiras, no Parque do Ibirapuera, amanheceu com fones auriculares de proteção para lembrar que a sociedade civil busca soluções de combate às diversas formas de perturbação acústica sem abrir mão da leveza. O secretário do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, Gilberto Natalini, colocou a poluição sonora – que ele chamou de sexta modalidade da poluição, ao lado da poluição da água, ar, solo, visual e climática – na pauta da política pública do município. “Vamos treinar nossas equipes para trabalhar no combate a esse problema. E isso tem que estar na pauta do prefeito e das outras secretarias”.

ProAcústica lança vídeo sobre ações da entidade com enfoque no combate à poluição sonora

ProAcústica lança vídeo sobre ações da entidade com enfoque no combate à poluição sonora

Com uma linguagem moderna e impactante a Associação Brasileira para a Qualidade Acústica, a ProAcústica, lança um vídeo que ultrapassa as barreiras institucionais e pode servir como fonte de inspiração para pessoas que buscam realizar atividades transformadoras na sociedade.

Notícias

Multas por barulho do programa Psiu despencam no início da gestão Doria

O prefeito João Dória (PSDB) mandou um recado enfático no começo de fevereiro, ao participar de uma blitz da lei do barulho, que lacrou um bar no Tatuapé (zona leste de São Paulo): "Isto a partir de agora serve de alerta para os donos de estabelecimentos. A lei do Psiu agora volta, e volta para valer".


A paz em meio ao barulho na vizinhança

Isolamento acústico nas paredes, janelas e chão são algumas das soluções para conviver com o caos contínuo


Agenda


Acesso à conteúdos exclusivos

Digite seu e-mail no campo abaixo. Se possuir cadastro o acesso será liberado. Caso contrário preencha seus dados gratuitamente para ter acesso a este e demais conteúdos do site.